sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Pimenta para viver mais

Estudo diz que comidas picantes reduzem em 13% o risco de mortalidade. Faça nosso teste para ver se você é um grande conhecedor do universo das pimentas

Se você é daqueles que têm preferência por comida com um toque de pimenta, pode comemorar. Mais uma pesquisa acaba de concluir que o hábito resultaria em uma vida mais longa – principalmente por proteger contra infarto e derrame. Os achados são da Universidade Vermont, nos Estados Unidos, e foram baseados no acompanhamento de mais de 16 mil pessoas por cerca de 20 anos.

Ainda não se sabe exatamente de que forma as pimentas agem para garantirem mais aniversários. Mas, segundo os autores do trabalho, há algumas boas hipóteses no ar. Por exemplo: acredita-se que a capsaicina, substância responsável pela ardência do alimento, influencia em mecanismos capazes de evitar a obesidade e modula o fluxo sanguíneo. Além disso, parece que alteraria a flora intestinal — e, hoje, o estado da microbiota é encarado como indicador de saúde.

Essa não é a primeira pesquisa a estabelecer esse elo. Em 2015, cientistas das universidades de Pequim, na China, e Harvard, nos Estados Unidos, encontraram evidências de que um cardápio picante era sinônimo de maior expectativa de vida. Eles descobriram que apimentar o prato só uma ou duas vezes por semana já diminuía em 10% o risco de morte.

Na época, em entrevista para a SAÚDE, o professor Liming Li, da Universidade de Pequim, comentou que não é de hoje que esse alimento ou seus componentes ativos são associados à melhora da inflamação, à redução da gordura corporal e a um perfil de colesterol e triglicérides mais equilibrado — fatores que definitivamente contribuem para a longevidade. “No entanto, pouco se conhece sobre os mecanismos que justificam esses efeitos. Precisamos de mais estudos para esclarecê-los”, disse o epidemiologista.


Fonte: http://saude.abril.com.br/alimentacao/pimenta-para-viver-mais/ - Por Thaís Manarini - Foto: Bruno Marçal

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Conheça os 10 melhores alimentos detox

Listamos os 10 melhores alimentos detox para te ajudar em sua missão de desintoxicar o organismo e emagrecer com saúde!

Saber quais ingredientes são seus aliados na hora de se alimentar de forma saudável e desintoxicar o organismo é um passo e tanto para alcançar seus objetivos. Confira abaixo uma lista com os 10 melhores alimentos detox e saiba por que você deve apostar neles!

Chá verde: ajuda no emagrecimento devido aos fl avonoides que atuam no sistema nervoso central regulando a termogênese (geração de calor) e a queima de gorduras.

Canela: é antioxidante, anti-inflamatória, antifúngica e bactericida – por isso, está associada à prevenção de várias doenças. Também é termogênica.

Couve: não é à toa que é o coringa do suco verde: a planta é rica em vários minerais e vitaminas que auxiliam a desintoxicação e o emagrecimento.

Gengibre: anti-inflamatório poderoso (ajuda a combater a celulite e o inchaço) e tem ação termogênica.

Óleo de coco: fonte de gorduras saturadas, que são mais facilmente transformadas em energia (e não em estoque na forma de culote e pneus).

Salmão: além de fonte de proteínas, vitaminas e minerais, contém excelentes quantidades de gordura boa, ômega 3, potente anti-inflamatório.

Pimenta vermelha: possui substâncias antioxidantes que estimulam a liberação de endorfi nas.

Chia: tem muitas fibras, ação antioxidante e é fonte de cálcio. Pode ser consumida em sementes ou farinha.

Vinagre de maçã: contém pectina, que atua na absorção de açúcar e estimula o metabolismo.

Cacau em pó: além de muitos antioxidantes, traz cálcio, fósforo, ferro e potássio. Melhora o humor – o que é muito desejável na correria do fim de ano – e protege o coração.


Fonte: http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/nutricao/conheca-os-10-melhores-alimentos-detox/11142 - Texto Olga Penteado | Adaptação Ana Paula Ferreira - Foto Shutterstock

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Esporte e estudo: caminhos paralelos

Ao longo dos séculos o esporte tem contribuído na formação integral do homem e ganhou mais importância quando foi incluído na escola, seja nas aulas de educação física ou como prática esportiva de competição. E esta parceria vem dando certo, um servindo de apoio ao outro, quando o objetivo e desenvolver no homem mente sã em corpo sadio. Esporte não é apenas saúde, mas também educação, cultura e lazer.

      Na escola, o aluno aprende a resolver os problemas matemáticos, treinando assim, a rapidez do seu raciocínio, aprende a interpretar um texto, recebe orientações para se concentrar nas explicações e conhece as normas de disciplina. No esporte, o atleta precisa utilizar rapidamente o raciocínio para finalizar ou criar uma jogada, precisa interpretar o que o técnico pede, tem a necessidade de se concentrar e de respeitar as regras, colocando assim, na prática do esporte, o aprendizado da sala de aula.

      O aluno que pratica esporte acaba gostando mais de estudar, da escola, participa dos eventos escolares, faz novas amizades, respeita mais os colegas e professores e o rendimento escolar melhora muito. Infelizmente, quando os filhos cometem algum erro ou tiram nota fraca na escola, alguns pais os castigam tirando-os do esporte, e às vezes, continuam deixando-os passear no shopping, passar horas jogando vídeo game, assistindo televisão ou grudado ao celular acessando whatsapp e facebook através da internet e não procuram saber se está acontecendo algo de errado com eles na escola, na rua ou em casa.

      O professor-técnico deve ter a compreensão e o bom senso de acompanhar seus alunos com relação ao rendimento escolar em outras disciplinas, já que eles passam muitas horas treinando seu esporte, orientando-os para que estudem mais, porque de nada adianta o aluno ser um bom atleta se seu rendimento escolar for fraco.

      O esporte deve ser incentivado pelos pais e por todos os educadores, que devem ver na prática desportiva uma promoção de vida mais saudável e um convívio social agradável dos alunos, para que eles sejam estimulados a estudar e ter sua formação integral como ser humano. No futuro próximo eles serão gratos a todos, transformando-se em bons e úteis cidadãos para a sociedade.


Por Professor José Costa

WhatsApp é vilão na memória do celular? Aprenda a limpar o aplicativo

Você já deve saber que o WhatsApp guarda muitos dos arquivos que você recebe e envia pelo aplicativo. Mesmo comprimidos, esses dados se tornam um problemão para a memória dos celulares, principalmente com muito tempo de uso do serviço de mensagens. Há algumas formas, contudo, de amenizar o problema.

Disponibilizados para Android, dois aplicativos gratuitos se destacam na função de liberar parte do espaço tomado pelo WhatsApp. Ambos são capazes de vasculhar seu aplicativo de mensagens em busca de fotos, vídeos, mensagens de voz e outros arquivos.

No teste realizado pelo UOL Tecnologia, o aplicativo WhatsApp Cleaner (ou Limpador para WhatsApp) se saiu melhor do que o seu rival Limpeza para WhatsApp - existem vários programas que prometem essa atividade. O Cleaner mostrou mais agilidade e dividia os arquivos entre enviados, recebidos e duplicados, função não realizada pelo outro programa.

Ambos, contudo, tiveram um mesmo problema: não era possível abrir os arquivos de áudio na limpeza nem mesmo com players de arquivos no formato .aac. Dessa forma, só era possível deletar os áudios sem ouvir os arquivos. Outro problema é o excesso de propagandas nos apps.

A questão do áudio foi resolvida ao utilizar um outro aplicativo - o Clean Master. Por não ser focado apenas no WhatsApp, contudo, o útil app oferece limitações e um nível menor de organização para deletar imagens e vídeos.

Veja abaixo como os aplicativos funcionam. Vale lembrar que é preciso conceder algumas permissões de acesso aos programas – entre elas ao WhatsApp, sua câmera e seu microfone.

WhatsApp Cleaner
1 – Primeira página do app mostra tipos de conteúdo e tamanho do espaço ocupado. Selecione o que preferir.

2 – Aplicativo separa arquivos entre recebidos, enviados e duplicados pelo WhatsApp.

3 – Selecione os que você quer deletar pressionando por alguns segundos o arquivo e clique na lixeira no canto inferior direito. Para apagar todos, é só não selecionar nenhum arquivo e clicar diretamente na lixeira.

Limpeza para WhatsApp
1 – Mais simples e discreto, também divide os arquivos em categorias. O problema é que o aplicativo demora mais no carregamento.

2 – Não há divisão entre arquivos recebidos, enviados e duplicados.

3 – Selecione os arquivos apertando na caixinha dentro dele e clique na lixeira. Se quiser selecionar todos, é só clicar no quadrado no canto superior direito.

Clean Master
1 - Ele oferece muitas opções de limpeza para o celular como um todo. No WhatsApp, organiza por tipos de arquivo.

2 - Na seção de mensagens de voz, testada por nós, há um diferencial em relação a seus concorrentes: é possível ouvir os áudios antes deles serem deletados. Para deletar, é só marcar a caixinha ao lado e depois no botão excluir.


terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Saiba quais são as atividades físicas que vão bombar em 2017

É comum todo ano surgir uma atividade física que se torna queridinha nas academias. Confira quais são as apostas que prometem bombar em 2017 e se jogue!

Sempre tem algum exercício que gostamos mais de fazer, não é mesmo? E ano após ano vemos novas modalidades chegando com tudo e conquistando as mulheres na academia. Curiosa para saber quais se tornarão as queridinhas de 2017? Confira a seguir a lista feita pela plataforma EstudioPass!

Ballet Fitness: essa modalidade ajuda a trabalhar os membros inferiores, já que os movimentos são provenientes do ballet tradicional. A aula vem chamando a atenção do público feminino iniciante na modalidade e também de quem já é expert na dança;

Zumba: é uma atividade física tradicional aeróbica com movimentos de dança e coreografias que misturam uma série de ritmos latinos e internacionais. Aproveite o tempo antes do carnaval e comece a praticar alguns passos;

Crossfit: possui uma grande variedade de exercícios que podem fazer parte do circuito, tudo vai depender da preparação do aluno e da imaginação do treinador. Esse tipo de aula é muito motivadora, pois o treinamento é realizado em equipe;

Treinamento funcional: para quem não gosta tanto de musculação essa aula ajuda a melhorar a condição física corporal, aumentando a força, a resistência, a coordenação e o equilíbrio. Também tem a característica da coletividade do crossfit, aliada a facilidade de treinar em parques e locais abertos, o que torna o treino muito mais agradável;

Tecido: desde criança vemos e ficamos impressionados com os movimentos dos trapezistas do circo, então essa é uma oportunidade de relembrar. Essa modalidade nos ensina movimentos acrobáticos e estéticos, estimulando muito a flexibilidade e a força;

Yoga: para quem passa o dia sentado essa pode ser uma boa saída. A modalidade é uma prática milenar e tem o objetivo do autoconhecimento, equilíbrio e disciplina por meio de técnicas de respiração, posturas e meditação. Sua combinação com atividades aeróbicas pode ajudar no tônus muscular, aumento da capacidade cardiovascular e perda de peso.


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

A valorização do esporte na escola

Na escola, a educação física é componente curricular obrigatório da educação básica como determina a LDB, Lei nº. 9394/96. Enquanto o esporte como prática de competição é colocado à disposição dos alunos conforme os interesses da mesma, podendo oferecer desde os esportes coletivos como: basquete, futsal, handebol, voleibol aos individuais, a exemplo de natação, judô, ginástica, karatê, badminton. A iniciação esportiva deve começar nas primeiras séries nas aulas de educação física e nas escolinhas de maneira lúdica, até chegar às equipes de treinamentos que representarão a escola em competições.

     Nos dias de hoje, uma das referências para a escola ser tida como boa e atraente é oferecer o esporte como instrumento educacional para contribuir na formação integral dos alunos; e os diretores ou donos das escolas devem entender que o esporte não é despesa e sim investimento, sendo o retorno certo e rápido através do aumento de alunos matriculados.

     O esporte é um excelente meio de promover e tornar a escola mais conhecida na sociedade, principalmente quando obtém bons resultados nas diversas competições estaduais e classifica suas equipes para disputar competições nacionais, e para isto, deve haver investimentos em professores qualificados com formação acadêmica e compromissados com o esporte; ginásio de esportes ou quadra poliesportiva; piscina e materiais esportivos apropriados e em boa quantidade a cada esporte oferecido pela escola. O ideal é oferecer aos alunos treinos em dias intercalados de duas a três vezes por semana para que eles tenham condições de aprender o esporte e disputar competições de igual com outras escolas.

     A escola que promove o esporte está oferecendo meios ao aluno de adquirir não apenas saúde, desenvolvimento físico e intelectual, mas também a aquisição de valores que serão úteis na escola e em toda a sua vida como: responsabilidade, respeito, disciplina, amizade, trabalho em equipe, liderança, equilíbrio emocional, perseverança, honestidade e solidariedade, estimulando o aluno a ser “bom cristão e honesto cidadão”. O esporte ensina tudo o que um homem precisa saber para viver em sociedade.

     O aluno que pratica esporte acaba gostando mais da escola, porque sente prazer e orgulho de representa–lá nas competições e com isto, permanece por mais tempo estudando na mesma. .

     A escola deve valorizar o esporte como instrumento para a educação, saúde e o desenvolvimento sociocultural de seus alunos.


Professor José Costa